Salmo 91

Introdução:

Este Salmo é também atribuído a Moisés, e seria a continuidade do Salmo 90.

1.Duas palavras chaves: Altíssimo e Onipotente. A declaração coloca o homem debaixo da suprema autoridade final! É um salmo isolado, sem indicações de como deve ser lido ou cantado. Ex o Salmo 92. Este Salmo parece ser a continuação do Salmo 90 escrito por Moisés. A melhor versão é: “O que habita à sombra no esconderijo do Altíssimo à sombra do Onipotente descansará”.

2. O Salmo 90 tem uma nota de tristeza, mas o 91 de alegria. Se Moisés escreveu os dois, então aqui no 91 ele deve ter subido uma alta montanha para ver o livramento do Senhor.

3. Vamos dividir o Salmo em quatro estrofes.

a) A primeira estrofe está no versículo 1: “Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo à sombra do Onipotente descansará”. Aqui diz tudo. É o início e o final; o resumo de todo o Salmo. As próximas estrofes são explicações de como isto acontece:

Segunda estrofe: A interpretação vai do vv 2 ao 8.

Terceira estrofe: Depois ele aborda sob outro ângulo do vv 9 ao 13;

Quarta estrofe: e por fim Deus fala dos vv 14 ao 16. Enquanto canta, Deus fala com ele e diz o que acontece com os que se apegam a ele.

O tema de todo cântico é a proteção do Altíssimo. Ele está no meio do perigo, mas não fala dos problemas, fala da solução, da proteção. Volte ao Salmo e veja o que ele diz: Refúgio, baluarte, penas, asas, segurança, pavês, escudo, anjos, libertação, honra, vida prolongada, satisfação e salvação.

Voltemos à primeira estrofe: Todas as verdades bíblicas têm uma condição para serem aplicadas em nossas vidas. Tome, por exemplo, a oração. Jesus não disse que tudo o que pedirmos ao Pai em seu Nome ser-nos-á concedido? Verdade? Com uma condição: “Se vós estiverdes em mim e as minhas palavras estiverem em vós…” (Jo 15.7).

Só está protegido dos perigos aquele que está escondido em Deus!

Altíssimo. O mais alto! Aqui tem uma verdade importante: A soberania de Deus.

Esconderijo. Lugar secreto. Lugar onde a pessoa se esconde. Como no Salmo 18.11: “(Deus) das trevas fez um manto em que se ocultou; escuridade de águas e espessas nuvens dos céus eram o seu pavilhão”.

No Salmo 27.5: “Pois, no dia da adversidade, ele me ocultará no seu pavilhão, no recôndito do seu tabernáculo, me acolherá”. É a mesma palavra: lugar secreto, esconderijo. Salmo 31.20: “No recôndito da tua presença, tu os esconderás… os ocultarás”. No Salmo 61.4: “No esconderijo das tuas asas”. Salmo 81.7: “De dentro ou do esconderijo do trovão, te espondi”.

A escuridão é seu lugar secreto! (1 Rs 8.12; Ex 20.21; Hb 12.18).

b) O que o salmista afirma sobre este homem? “Pois disseste: O Senhor é meu refúgio. Fizeste do Altíssimo a tua morada”. Temos aqui duas coisas: (1) a declaração do homem; (2) a declaração do salmista. “Você fez tudo certo. Porque agora o Altíssimo é a tua morada”. A pessoa que se esconde no lugar secreto de Deus está protegida! Como afirmou Paulo: “Se Deus é por nós, quem será contra nós”.

“À sombra do Onipotente descansará”. A idéia aqui não é de uma sombra lançada por uma árvore ou uma rocha alta, onde o peregrino descansa do calor do dia. A idéia aqui no texto hebraico é “Pairar sobre alguém”. É uma linguagem materna. Está lá em Gênesis: O Espírito de Deus pairava sobre a face das águas, apesar das trevas. É afigura de duas grandes asas que voam e protegem seus filhos!

“Descansará”. No hebraico “habitar” dá a idéia de “passar a noite”. Eis a idéia do Salmo 91: Passa a escuridão protegido debaixo das asas do Altíssimo, no esconderijo dele”.

Nem sempre Deus nos leva “a águas tranqüilas”, como no Salmo 23. Este Salmo 91 é o Salmo da noite, da tempestade. Se habitarmos no esconderijo – ou lugar secreto – passaremos a noite protegidos sob as asas de Deus.

Até que passe o vendaval; até que passe a tempestade. Até que passe o ataque do diabo.

Quando o diabo atacou Jesus no deserto usou este Salmo. Através de Jesus entramos no lugar secreto, no esconderijo.

Conclusão:

Enquanto o Salmo 23 é o Salmo do descanso e do pastoreio, o Salmo 91 é o Salmo da proteção. Deus nos coloca na escuridão para nos proteger do inimigo. Esta escuridão pode ser momentos em que parece que Deus nada nos fala, nada nos diz; pode ser momentos de indefinição. Ele nos protege até que a tempestade passe. Erramos, quando saímos de sua presença onde estávamos sendo guardados e protegidos e nos colocamos no olho da tempestade – ali ele não nos guardará, pois já havia nos trazido para a escuridão de seu refúgio.

email

One Response to Salmo 91

  1. aurelizio alves mota disse:

    Olha, muito bem explicado,numa linguagem que se pode entender.
    Parabéns,
    que nosso senhor Jesus Cristo, os abençõe.
    Att. Aurelízio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>