A função dos presbíteros e dos diáconos na igreja

officers

Introdução: O presbítero, hoje, na denominação tornou-se uma função que dá acesso a cargos mais “elevados”, como o de evangelista e pastor. Mas, biblicamente não existe este cargo “superior”. Em lugar algum das Escrituras uma função é maior que a outra. Existem diferenças no trabalho, mas o Espírito é o mesmo (1 Co 12.11).

I. O presbítero no NT é a continuidade da figura do ancião que julgava à porta da cidade.

Os anciãos se reuniam na porta da cidade para presidir as questões difíceis da cidade e problemas entre os moradores (Rt 4.1-2; Ex 24.1; Nm 11.25; Jz 11.1).

Os anciãos escolheram a Davi, rei de Israel em Hebrom (1 Cr 11.3).

Os anciãos aconselharam a Reoboão, filho de Salomão, mas este não os ouviu e o reino foi dividido (2 Cr 10.8-13).

Provérbios 31.23 fala do esposo virtuoso que se assenta entre os anciãos da cidade.

Era algo cultural no AT não só entre os hebreus, mas nas demais nações que os anciãos zelassem pelos assuntos da cidade. Sempre que uma questão tinha de ser debatida e resolvida era levada aos anciãos que se assentavam à porta da cidade.

A) Os apóstolos, seguindo a tradição e cultura daqueles dias estabeleceram anciãos ou presbíteros para cuidar dos assuntos da igreja, a nova nação espiritual de Deus.

Duas coisas da cultura daqueles dias foram adotadas pela igreja: A forma de reuniões, que seguiu a cultura das sinagogas e o estabelecimento de anciãos ou presbíteros. Em cada sinagoga e em cada cidade havia os anciãos ou presbíteros que cuidavam das questões e problemas da população.

1. Definindo ancião e presbítero. A palavra ancião é a tradução de presbuterov “presbuteros” do grego. Algumas versões usam a palavra ancião e outras presbítero para falar do mesmo encargo.

2. No NT o presbítero não era um cargo ou uma “escada” para galgar um cargo mais elevado, como de evangelista e pastor. Este conceito adotado por algumas denominações não é bíblico e tem gerado muitos “presbíteros” nominais, isto é, têm nome de presbítero, mas não exerce a função presbiterial.

3. Na igreja do Novo Testamento havia dois cargos ou posições de governo: Presbíteros e diáconos. Tudo indica que os diáconos eram auxiliares dos presbíteros na execução da obra de Deus. No NT o diácono é função de serviço ou ministério e não um título para quem cuida da portaria ou de questões sociais.

II. Presbítero. Um cargo de governo. Os demais títulos funções ministeriais.

A) Examinando o presbítero à luz de Atos 20.17-35.

1. Observe que Paulo chama a Trôade os presbíteros de Éfeso (v 17). Deveriam ser uns doze homens (At 19.1-7).

2. Aos presbíteros de Éfeso e de Trôade Paulo diz: “Atendei por vós e por todo o rebanho sobre o qual o Espírito Santo vos constituiu bispos, para pastoreardes a igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue” (At 20.28).

Os presbíteros são também bispos e pastores. Observe as três palavras no mesmo texto. O pastoreio é a função.

3. Na igreja da localidade havia presbíteros e nunca pessoas com o título de pastores. Veja como Pedro se coloca como um presbítero local, apesar de ser apóstolo (1 Pe 5.1-4). Pedro fala que os presbíteros pastoreiam.

A) As demais funções – apóstolos, profetas, evangelistas, pastores e mestres de Efésios 4.11 são funções extra-locais, isto é são dons que Deus dá aos homens que vão além da localidade. Um profeta é profeta para toda a igreja; um apóstolo está restrito a algumas igrejas; e existem pastores que são pastores de toda a igreja independente da localidade pela autoridade que receberam do Senhor Jesus.

1. O ministério de evangelista também coopera para a edificação do corpo de Cristo (Ef 4.11) e não é restrito a uma igreja local.

2. Um presbítero é uma pessoa da localidade. Fora dali não é presbítero, porque seu cargo é de governo local. Uma pessoa pode ser um apóstolo, mas na localidade é um presbítero. Ou pode ser um apóstolo sem ser um presbítero local, mas, neste caso não tem ingerência na igreja da localidade, a não ser naquelas igrejas que ele mesmo começou.

3. Daí a ênfase de Paulo no caráter, mais que na habilidade ou dom. O estudante pode observar que o único dom que o presbítero tem de ter é o de ensinar (1 Tm 3.1-7).

4. O presbítero era “eleito” pela congregação. Note o verbo eleger (At 14.23). Mas também eram constituídos pelos apóstolos (Tt 1.5).

B) Presbíteros e diáconos trabalhavam lado a lado na localidade. Veja Filipenses 1.1.

1. O diácono não é alguém escolhido porque tem alguma coisa a ser feita; ele é reconhecido porque vem fazendo (1 Tm 3.8-13).

III. Diáconos.

A) O texto de Atos 6 trata de auxiliares. O título “instituição de diáconos” foi colocado pelos revisores. Não se trata aqui de diáconos para “fazer assistência social”, mas de auxiliares dos primeiros apóstolos (At 6.1-7).

IV. A nomenclatura não faz o ministério.

A) Uma pessoa pode ter o título que quiser, mas este não lhe dá autoridade ministerial. O que lhe dá autoridade é o serviço que presta ou executa no reino de Deus.

1. Presbítero que é presbítero está envolvido no governo local e no pastoreio de vidas.

2. Diácono que é diácono tem de se submeter ao governo local e exercer também funções espirituais, como ensinar, cuidar de vidas e não somente ser chamado para distribuir a ceia.

3. O evangelista é um dom ministerial que transcende a localidade. A pessoa pode ser um presbítero na localidade e evangelista na função extra-local.

B) Como a igreja segue uma cultura antiga é possível que haja outras nomenclaturas para o exercício ministerial, mas este é um tema controverso entre os teólogos.

email

22 Responses to A função dos presbíteros e dos diáconos na igreja

  1. cicero dos santos macedo disse:

    paz do senhor meus amado satisfaçaõ imensa pode escrever esta pela misericordia sou presbitero da casa do senhor jesus irmao gostaria quee me ajudasse nas leitura me mandando estudo sobre diaconato presbitero pastorado envangelista

  2. Romualdo Hauschild disse:

    AS IGREJAS QUE NÃO POSSUEM DIÁCONOS, PRESBÍTEROS, E EVANGELISTAS ESTÃO CONFORME A BÍBLIA ENSINA?

    • Na Bíblia existem apenas presbíteros e diáconos, mas não como os presbíteros e diáconos de algumas denominações, que são apenas cargos para se alcançar um ministério mais superior de pastor etc. O presbítero é o mesmo bispo, que exerce sua função de pastor, conforme o registro de Paulo. Em Atos 20 ele manda chamar os presbíteros de Éfeso e se dirige a eles como bispos e pastores (At 20.28). Diácono é uma função de auxiliar do presbítero, não uma pessoa para tirar ofertas, cuidar da porta e limpar banheiro. Essas funções são de qualquer membro da igreja. O diácono pastoreia ao lado do pastor, o mesmo pesbítero.

  3. vagner damas azevedo disse:

    A paz de cristo, como fazer quando se chega na igerja alguém, que um dia foi consagrado presbítero em outra igreja, na igreja que ele esta, não consagra presbítero,porque entende que presbitéro é um pastor que conselho o senhor daria? E qual seria a diferença biblica do pastor p presbítero.

    • Meu querido pastor Wagner:
      Presbítero é um cargo na igreja local. Uma pessoa que é presbítero em Porto Alegre não o é em São Paulo. Presbítero é ofício de governo e de pastoreio. Se esta pessoa reside em São Paulo e se muda para Porto Alegre, deverá conseguir um rebanho para que possa continuar a pastorear. Não existe pastor sem rebanho. Se continuar com o título de pastor será meramente um burocrata.

      Pastor João

  4. Fábio Henrique disse:

    paz do Senhor irmão desculpa pelo português que paz do Senhor Jesus Cristo esteja convorco amem sou presbítero do Senhor Jesus

    • Amém. Um verdadeiro presbítero em sua função correta! O presbítero, nas Escrituras possui mais autoridade na igreja local que os chamados “pastores”; no entanto, nas denominações colocaram a função do pastor como sendo a mais importante.

  5. Genilson Tranquilino da Silva disse:

    A Paz do Senhor, é correto conssagrar algum obreiro da igreja ao cargo de cooperador? Visto que na bíblia cargos são os de presbítero e diácono, e os demais são funções.

    • Genilson: As pessoas hoje, incluindo muitos líderes e pastores desconhecem o fundamento da imposição de mãos de Hb 6.1-2: As duas únicas consagrações que se veem na Bíblia são presbíteros e diáconos. Um presbítero pode ser um pastor, um evangelista ou profeta e apóstolo, mas estes ministérios não precisam de consagração, são dons ministeriais dados por Cristo aos homens cf. Ef 4.11. No entanto, as denominações, inclusive a que eu frequento consagram para todos os cargos.

  6. cleomar disse:

    PAZ DO SENHOR PASTOR COMO QUE OPASTOR SABE SE É HORA DE CONSAGRAR UM MEMBRO A PRESBITERO OU DIACONO , E COMO SABER SE O MEMBRO ESTA PREPARADO

    • Meu irmão, cada grupo, igrejinha, igrejona, denominação ou os sem denominação usam critérios para a consagração de diáconos. Para algumas igrejas, o cargo de diácono é temporário, de no máximo, dois anos; outras usam o cargo de diácono como escada para galgar o cargo de presbítero e assim sucessivamente. Particularmente, creio, que o diácono é um auxiliar do líder, para o ensino da palavra e pastoreio. Para cuidar da portaria, distribuir a ceia e limpar o salão ou templo qualquer pessoa pode fazê-lo como voluntário. Agora, o diácono deve fazer parte da liderança da igreja, ao lado do “pastor” ou qualquer que seja o título que este líder tenha.

  7. Eduardo disse:

    Se pastor não e um titulo, porque voces colocam Pr. na frente de seus nomes, não e uma contradição ? pastor e função e não devemos colocar Pr. na frente do nome,ou ser chamado de pastor, basta agir como tal, que voces vão ser identificados como servos do senhor, isto e o que importa.Abç!
    Deus Abençoe !

  8. Raimundo Goulart da Silva disse:

    Amados em Cristo Jesus Nosso Senhor e salvador.
    Gostaria de saber quais as funções de um diácono na congregação.Pois eu estou a dez meses que declarei jesus,como salvador da minha vida, e me indicaram como diácono.por isso peço uma ajuda nessa nova função.Que o Senhor Jesus abençoe seus trabalhos. Amém

  9. FANCISCO CARLOS MORAIS disse:

    Amado pastor, a paz do Senhor, gostei do estudo, bem como das respostas aos irmãos que duvidas tinham. parabéns. Sou Presbítero da Igreja Evangélica Assembleia de DEUS. consagrado no dia 13/01/2014. careço de orações para que venha desempenhar um excelente trabalho ao lado do meu Pastor.

  10. VALDITE G GUIMARAES disse:

    Caro pastor, a paz do senhor Jesus,Deus colocou uma obra nas minhas mãos e gostaria de saber se existe o cargo de pesbítera, já que existe o de diaconisa, como sou nova nessa jornada gostaria de receber umas orientações, se puder me ajudar Deus o abençoe.

    • Minha querida irmã. Não existem cargos nominais, isto é, com nomes para mulheres no governo da igreja, a não ser o de diaconisa. A função do presbítero é para homens, assim como para pastor, profeta, mestre e apóstolo. Pode até existir mulheres com dons proféticos e de ensino, mas na palavra de Deus a função de governo é estritamente masculina. Não existe presbítera na Bíblia nem apóstola.

  11. Alcindo Monteiro Junior disse:

    Q paz do nosso Senhor Jesus esteja com todos Qual e a função de um evangelista na igreja

    • Alcindo, da mesma maneira que diácono e presbítero, o evangelista não é uma escala no meio – como fazem as Assembleias de Deus – entre o presbítero e o pastor. O evangelista está listado em Efésios 4.11 como um dos cinco ministérios dados a igreja ao lado dos apóstolos e profetas. O evangelista não é um título, mas um ministério que Deus dá a igreja para treinar a igreja na obra da evangelização. Ele não apenas evangeliza, ele também ensina como qualquer outro ministério. Seu trabalho, ao lado dos demais ministérios de Efésios 4.11 é o de edificar e capacitar a igreja.

  12. Marcus Santos disse:

    Paz do Senhor Jesus Pr João….Gostaria de saber se na Igreja Assembléia de Deus na falta do Pastor o Presbítero pode celebrar um casamento…..OBRIGADO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>